Prof. Juliano Ramos

Prof. Juliano Ramos

Consultor Linux

© 2020

Dark Mode

Eu sou um Distro-Hopping!

Ultimamente está na moda se referir a alguém que muda sempre de distribuição de linux como sendo um Distro-hopping. Normalmente as pessoas colocam de uma forma pejorativa, o que pode afastar novos usuários de alguns grupos.

distros

Mas o correto é que Distro-hopping de “saltador de distro” deveria ser mais observado como um hobby que muitos possuem, e não vejo nada de ruim nisto, aliás, antes de tudo deixa eu dizer aqui:

Eu sou um Distro-Hopping!

Vale a pena saltar de distribuição?

Isto depende. Se você tem tempo e gosta de conhecer coisas novas, qual o melhor modo se não utilizar e conhecer por si mesmo?

O primeiro ponto que você deve saber, é que cada, distribuição é única e consiste basicamente em:

  • Um objetivo da distribuição
  • Um destino de público
  • Um modelo de negócio
  • Um gerenciador de pacotes
  • Uma estética
  • Uma comunidade

Ao contrário do mundo engessado do Windows e do Mac OS o linux tem um mundo de opções e você pode sim explorar ao máximo este mundo, esta é uma decisão pessoal e você não deveria se importar com ser chamado de “Distro-hopping”.

Ser distro-hopping já me ajudou profissionalmente

Eu consigo me adaptar hoje em atender consultorias com diversos cenários. Atualmente, atuo em uma empresa com Centos e Fedora, sou consultor em outra com SUSE, atuo ministrando aula na Impacta Tecnologia que usa Debian e no meu computador, está o Manjaro KDE.

Para o meu canal no youtube, já devo ter apresentado uma boa parcela das distros do Distrowatch e sempre estou indo lá procurar coisa nova.

Alguns mitos sobre ser Distro-Hopping:

  • Não aprende a fundo nenhuma
  • Não consegue participar de uma comunidade
  • Não evolui em conhecimento

Não aprende a fundo nenhuma

Você pode passar anos usando a mesma distribuição e não aprender nem 30% do que ela oferece. E você pode usar por uma semana, e aprender mais do que quem utiliza a anos. Tudo depende de:

  • Sua vontade de aprender e ler documentação
  • Se você é auto-didata
  • Se você tem mente aberta

Quando vou conhecer uma distribuição, eu normalmente leio tudo o que posso sobre ela, leio sobre o seu objetivo, público alvo e acreditem, quando entro na comunidade desta distribuição, muitas vezes já estou mais por dentro de tudo do que quem a utiliza a anos.

No meu telegram por exemplo, participo dos grupos de quase todas as principais distribuições e sempre ajudo os iniciantes, seja lá no Grupo do Fedora, do Debian do Ubuntu e etc…

No meu grupo no telegram, tenho definido que a gente não discuta mais sobre o ponto de vista de qual a melhor distribuição, por que isto, simplesmente não tem uma resposta.

É como eu discutir gosto de pizza, cada um tem o seu e pronto. Sabemos que calabreza e Mussarela são os mais pedidos, mas se você gosta de Catupiri com Maionese, é gosto seu e pronto!

Não consegue participar de uma comunidade

Normalmente quem é muito aficionado por uma distro, é uma pessoa que não se relaciona muito bem, por quê só conhece aquele mundo. Já os saltadores, são sociáveis na sua maioria, por que estão sempre acompanhando diversos grupos e convivendo com pessoas diferentes a todo o momento.

Como já mencionei, eu participo de vários grupos e estou antenado em tudo que posso.

Aliás, fui convidado para ser usuário de teste de 2 distribuições diferentes. :-)

Não evolui em conhecimento

A LPI exige que você saiba RPM e DEB. Ou seja, você vai ter que conhecer pelo menos duas distros, Debian e Red hat, ou seus filhos.

No mercado de trabalho, temos Oracle Linux, Red Hat, Suse, cada uma delas com suas particularidades. Se você não saltar por elas, como vai evoluir seu conhecimento?

Então para resumir, não se preocupe como as pessoas o chamam, seja você mesmo, nem sempre os mais “velhos” estão certos. Se não estiver sendo bem aceito em uma comunidade por que muda de distro, vá para outra. O legal do Linux é que tem espaço para todos!

E se quiser sempre conhecer distro nova, vá para o meu canal no youtube! Toda semana estou apresentando algo novo.

Vamos que vamos!

Artigo interessante:

https://embeddedinventor.com/distro-hopping-what-why-how-explained/#:~:text=Distro%2DHopping%20is%20a%20term,that%20best%20suits%20their%20needs.