Criando um servidor STFP no Linux

O SFTP é um excelente método para a transferência de arquivos remotos no linux. Neste tutorial, vamos aprender a configurar este sistema seguro de compartilhamento de arquivos e conhecer sua diferença ao tradicional FTP.

FTP ou File Transfer Protocol é um sistema de transferência de arquivos, muito conhecido. Porém, se você procura um pouco mais de segurança, recomendo que utilize o SFTP.
SFTP é a sigla para Secure Transfer Protocol ou seja, protocolo de transferência segura. Isso é possível por que o SFTP utiliza criptografia na sua transferência de arquivos, usando um método de tecnologia de impressão digital, para verificar as chaves dos hosts liberados antes de iniciar a transferência.
Além disto, você precisará liberar em seu firewall apenas a porta 22, enquanto, o FTP precisa abrir vários canais para que a comunicação ocorra.

Configurando o servidor

Vamos realizar esta tarefa através das seguintes etapas:
  • Criar um grupo e um usuário para o SFTP
  • Instalar o serviço do SSH
  • Configurar o SSH
  • Fazer login no SFTP pela linha de comando ou interface gráfica do usuário
Antes de qualquer coisa, atualize seu repositório e seu sistema operacional:
sudo apt update
sudo apt upgrade

Criando um grupo para o SFTP

Vamos criar um novo grupo e um usuário para nosso login com o SFTP:
sudo addgroup sftp_certificacoesnetbr
Crie agora o seu usuário (tux) e adicione ao grupo:
sudo useraddd -m tux -g sftp_certificacoesnetbr
Adicione uma senha para este usuário:
sudo passwd tux
Vamos agora, conceder a este nosso novo usuário, acesso completo ao seu diretório:
sudo chmod 700 /home/tux

Instalar o SSH

Vamos instalar o Openssh:
sudo apt install openssh-server

Configurando o SSH

Após a conclusão da instalação do SSH, vamos configurá-lo com o nano (use seu editor favorito) o arquivo:
sudo nano /etc/ssh/sshd_config
Adicione ao final do arquivo as seguintes linhas:
Match group sftp_certificacoesnetbr
ChrootDirectory /home
X11Forwarding no
AllowTcpForwarding no
ForceCommand internal-sftp
Salve e feche o arquivo de configuração. Esta configuração vai permitir que os usuários do grupo sftp_certificacoesnetbr acessem e usem seus diretórios pessoais por meio do SFTP. Mas impedirá, outro acesso SSH a estes arquivos.
Reinicie o serviço SSH:
sudo systemctl restart ssh

Faça login no SFTP

Pela linha de comando em um terminal execute:
sftp tux@127.0.0.1
Coloque sua senha. Acesse o diretório raíz do SFTP:
cd tux/ 
Crie um diretório de teste:
mkdir sftpdir
E saia da conexão com o comando:
exit

Acessando pela interface gráfica

Abra seu navegador de arquivos e coloque como a imagem abaixo:

Veja o nosso vídeo, usando um outro método

Suas músicas da nuvem em um único lugar

O Mellow Player é um player de música que permite agrupar diversos serviços em um só lugar. Assim que você instala o aplicativo, poderá escolher um ou mais serviço de música on-line para curtir. 

A lista é bem vasta de serviços de música on-line que você pode configurar o Mellow Player, entre as diversas, temos:
  • Youtube Music
  • Player FM
  • SoundCloud
  • Jamendo
  • Magnetude
Acabei conhecendo alguns outros serviços de música ao usar o player. A interface do aplicativo é bem polida o que torna a experiência muito agradável. 
As opções de Download, incluem: Pacotes nativos para Debian, Ubuntu e Opensuse: 
Pacote Flatpak:
Pacote Appimage:
Você pode ver a documentação oficial da aplicação, através deste link:

Seja mais produtivo em seu desktop linux com o Rambox


Aumente sua produtividade com o Rambox, um utilitário que permite abrir diversos serviços on-line em uma única janela.

Se você assim como eu possui diversos de serviços on-line, como por exemplo: Telegram, Skype, Feedly, Evernote entre tantos outros. O Rambox pode ser uma opção interessante para você tornar-se mais produtivo.
A ideia consiste em trabalhar com diversos aplicativos em uma única janela.

Na imagem acima, estou usando o Rambox para acessar meus serviços: Telegram, Skype, Gmail, Feedly, Comentários do Youtube, Google Calendar, Evernote, Pocket e aqui o Blogger! Observe os ícones no canto esquerdo da imagem.

Download do Rambox para Linux

No Github você pode fazer download da última versão. Suporta formato .deb, .rpm, .appimage, .snap e mais alguns outros.

Observação

O Software é muito interessante e realmente deixa você mais produtivo. Já que terá rápido acesso aos seus serviços on-line. No entanto, cada instância, gera um processo novo e o consumo da RAM vai crescendo. Então, se você tem pouca memória RAM, o melhor é ir abrindo e fechando suas aplicações no Browser mesmo.
Prof. Juliano Ramos
Olá. Bom dia, boa tarde e boa noite. A vida é boa e sempre vai dar certo! Curtiu esta publicação? Então entre em nosso grupo no Telegram, vamos bater um papo sobre linux!

Remasterizar Ubuntu 20.04

Em algumas situações pode ser necessário você criar uma remasterização de seu sistema em uso. Seja para um backup pessoal, ou para a criação de um sistema homologado para sua empresa. O CUBIC (Custom Ubuntu ISO Creator) permite você realizar esta tarefa de forma simples e prática.

Como instalar o CUBIC

O primeiro passo é adicionar o repositório:

# sudo apt-add-repository ppa:cubic-wizard/release

Agora, adicione a chave do CUBIC e faça sua instalação:

# sudo apt-key adv --keyserver keyserver.ubuntu.com --recv-keys 6494C6D6997C215E
# sudo apt udate && sudo apt install cubic

Assista nosso vídeo para aprender a Remasterizar seu Ubuntu 20.04.

 

 

Download da minha remaster

Se você curtiu como ficou minha remaster. Pode fazer o download da imagem no link:

Prof. Juliano Ramos
Olá. Bom dia, boa tarde e boa noite. A vida é boa e sempre vai dar certo! Curtiu esta publicação? Então entre em nosso grupo no Telegram, vamos bater um papo sobre linux!

Removendo snap do Ubuntu 20.04

O que é um snap?

Snappy é um software de implantação e um sistema de gerenciamento de pacotes construído pela canonical. Os pacotes oferecidos por esta aplicação chamam-se “snap”. O objetivo desta tecnologia é oferecer os pacotes em “contêiner”, já com suas dependências, rodando assim em praticamente qualquer distribuição de linux. Este modo de operação também torna o software mais seguro e em caso de uma atualização ruim, você terá a versão antes da atualização pronta a ser utilizada.

Então, por quê remover o suporte a snap no meu ubuntu?

Antes de responder esta pergunta, quero informar que isto não deve ser para todos. Além das vantagens que coloquei sobre o snap, ele é responsável pela aplicação “Livepatch” do Ubuntu, que permite atualizações constantes nos pacotes e no Gnome oferecidas pela Canonical, além de oferecer diversos aplicativos (alguns exclusivos) a este tipo de pacote. 

Aliás, este é o ponto que alguns usuários e eu inclusive, optei por não usar SNAP no meu sistema. O primeiro ponto é que ao ativar o Livepatch, você tem uma porta aberta diretamente com a Canonical e eu particularmente, gosto de monitorar minhas atualizações e executá-las quando desejo. 

Outro ponto, é que os pacotes snaps estão amarrados a “snap store“, se você olhar em seu gerenciador de processos. Vai perceber que só este processo, ainda que você não tenha nenhum pacote snap está consumindo uma média de 400 – 480MB de sua memória RAM. Para muitos isto pode parecer pouco, mas me incomoda bastante. 

Meu sistema sem SNAP após o boot, diminuiu de 1.9GB de RAM para 1.2GB de RAM. 

Veja o que os desenvolvedores do linux mint acham sobre o snap: 

https://true.certificacoes.net.br/linuxltc1/blog/index.php?entryid=18

Como posso remover este suporte a snap?

Execute os comandos abaixo e reinicie o seu sistema. 

# sudo apt remove --purge snapd gnome-software-plugin-snap
# sudo apt autoremove
# sudo rm -rf /var/cache/snapd
# sudo rm -rf ~/snap

E agora, onde encontro os meus softwares? 

Você ainda tem todo o repositório (pacotes .deb) a sua disposição. E poderá visitar os sites oficiais das aplicações, como por exemplo: spotify, skype, telegram e fazer download dos pacotes oferecidos por eles.

Espelhando seu Android no Linux

O aplicativo Scrcpy permite que você faça o espelhamento de seu Android no Linux. Copiar texto do seu Android para o computador e o contrário é bem prático. Tudo que você precisa para usar o Scrcpy é permitir o modo depurador USB no aparelho, conectá-lo e instalar o Scrcpy:

# snap install scrcpy

Após instalar, só executar no terminal:

# scrcpy

Menu libre para abrir

Se você utiliza o ambiente GNOME um modo fácil de criar um ícone para abrir a aplicação é usar o menulibre. Instale ele com:

# sudo apt-get install menulibre

Crie o atalho para a aplicação. 

Prof. Juliano Ramos
Olá. Bom dia, boa tarde e boa noite. A vida é boa e sempre vai dar certo! Curtiu esta publicação? Então entre em nosso grupo no Telegram, vamos bater um papo sobre linux!

Cliente de e-mail Bluemail

Bluemail

O seguidor do canal Antônio Andrade deixou a dica do cliente de e-mail Bluemail que assim como o Geary é bem simples e prático de se utilizar. No site tem opção para download DEB, RPM e SNAP. 

https://bluemail.me/desktop/linux


O Bluemail é simples de se utilizar, em menos de cinco minutos você já vai estar conhecendo suas funções. 

Usando o blumail

Prof. Juliano Ramos
Olá. Bom dia, boa tarde e boa noite. A vida é boa e sempre vai dar certo! Curtiu esta publicação? Então entre em nosso grupo no Telegram, vamos bater um papo sobre linux!

Cliente de e-mail Geary

Geary cliente de email

Recentemente tenho adotado o Geary como meu cliente de webmail. Utilizei por algum tempo o mailspring ele é muito bom e intuitivo, porém o fato de eu depender dos servidores deles para receber meus e-mails, me incomodou um pouco. 

A comunidade de usuários Arch (AUR) criou um projeto chamado Mailspring Libre que torna possível usar o gestor de e-mail sem precisar dos servidores centrais do serviço. Se você usa Manjaro ou Arch pode conferir aqui:

https://aur.archlinux.org/packages/mailspring-libre/

Mesmo assim, resolvi dar uma atenção ao Geary como alternativa ao Thunderbird e estou muito feliz. 

O Geary na tray? 

Algo legal no mailspring é o ícone na barra de tarefas que te informa quando você receber um e-mail novo. No Geary isto não é necessário, ele tem uma função padrão que fica monitorando seus e-mails e te informa. 

Geary na tray

Geary informando e-mail

 Quando você recebe um e-mail, se estiver usando o Ubuntu por exemplo. Será além de notificado na área de trabalho, o ícone vai apresentar o número de e-mails não lidos. Como mostra a figura ao lado. 

 Se não basta-se o Geary ser assim tão legal, bonito e funcional. Uma versão responsiva do software está em desenvolvimento. Isto significa que logo poderemos usar ele também em nossos smartphones ou tablets! 

Geary responsivo?

Veja a versão em desenvolvimento:

 

 

Prof. Juliano Ramos
Olá. Bom dia, boa tarde e boa noite. A vida é boa e sempre vai dar certo! Curtiu esta publicação? Então entre em nosso grupo no Telegram, vamos bater um papo sobre linux!

Instalando kernel 5.7 no Linux Lite

Todo o mundo

Instalando kernel 5.7 no linux lite

O Linux Lite 5 é uma distribuição muito prática e intuitiva. Esta versão conta com o Ambiente XFCE4 e com diversas “Facilidades” para os usuários, principalmente os iniciantes. 

Um exemplo disso, é a opção para se instalar outra versão do kernel linux, com apenas alguns cliques. Aliás, o sistema já disponibiliza a versão 5.7 – última versão estável do kernel.

Como instalar?

Abra o utilitário (Lite Tweaks) e escolha a opção Kernel Installer, como na primeira imagem desta publicação. Basta seguir os passos do instalador.

Site oficial da distro:

https://www.linuxliteos.com/

Vídeo análise sobre a distro:

 

Prof. Juliano Ramos
Olá. Bom dia, boa tarde e boa noite. A vida é boa e sempre vai dar certo! Curtiu esta publicação? Então entre em nosso grupo no Telegram, vamos bater um papo sobre linux!

Conectar SSH em um diretório específico

Sumário

Sempre procuro ser mais produtivo. Como preciso acessar diversos servidores e depois acessar um caminho específico da aplicação que faço manutenção, já acesso o caminho durante a conexão SSH, na verdade tenho um script que só me pede o IP e faz a conexão de forma automática. 

Pré-requisito

Conhecimento básico de servidores linux.

Realizando

Eu tenho um host de IP: 192.168.1.7 o qual quero acessar via SSH direto no diretório: /home/juliano/financeiro/adm2/santander/app 


Neste caso o comando que executo é:

ssh -t juliano@192.168.1.7 ‘cd /home/juliano/financeiro/adm2/santander/app ; bash’


Conectando ssh em diretório específico

Criando um script

Com seu editor favorito é possível criar um script simples em shell, veja o código abaixo:

#!/bin/bash

echo "Digite um usuario:"

read usuario


echo "Digite um IP"

read ip


ssh -t $usuario@$ip 'cd /home/juliano/financeiro/adm2/santander/app ; bash'

Salve com o nome que desejar, dê permissão de execução com: chmod +x script.sh  , altere o diretório padrão e seja feliz.

Executando script para conexão ssh

Prof. Juliano Ramos
Olá. Bom dia, boa tarde e boa noite. A vida é boa e sempre vai dar certo! Curtiu esta publicação? Então entre em nosso grupo no Telegram, vamos bater um papo sobre linux!