Conectar SSH em um diretório específico

Sumário

Sempre procuro ser mais produtivo. Como preciso acessar diversos servidores e depois acessar um caminho específico da aplicação que faço manutenção, já acesso o caminho durante a conexão SSH, na verdade tenho um script que só me pede o IP e faz a conexão de forma automática. 

Pré-requisito

Conhecimento básico de servidores linux.

Realizando

Eu tenho um host de IP: 192.168.1.7 o qual quero acessar via SSH direto no diretório: /home/juliano/financeiro/adm2/santander/app 


Neste caso o comando que executo é:

ssh -t juliano@192.168.1.7 ‘cd /home/juliano/financeiro/adm2/santander/app ; bash’


Conectando ssh em diretório específico

Criando um script

Com seu editor favorito é possível criar um script simples em shell, veja o código abaixo:

#!/bin/bash

echo "Digite um usuario:"

read usuario


echo "Digite um IP"

read ip


ssh -t $usuario@$ip 'cd /home/juliano/financeiro/adm2/santander/app ; bash'

Salve com o nome que desejar, dê permissão de execução com: chmod +x script.sh  , altere o diretório padrão e seja feliz.

Executando script para conexão ssh

Prof. Juliano Ramos
Olá. Bom dia, boa tarde e boa noite. A vida é boa e sempre vai dar certo! Curtiu esta publicação? Então entre em nosso grupo no Telegram, vamos bater um papo sobre linux!

KDE plasma e erro de Keychain

Mensagem de erro:

“The name org.freedesktop.secrets was not provided by any .service files”

Quando ocorre:

Se você está tentando se conectar a algum serviço no KDE Plasma, como por exemplo: Visual Studio Code e Github ou a aplicação de cliente de e-mail Mailspring. 

Como resolver:

Até o momento não consigo resolver usando a aplicação de carteira do próprio KDE. Como uma medida paleativa, instale o gnome-keyring :

# sudo apt-get install gnome-keyring

Reinicie suas aplicações.

Prof. Juliano Ramos
Olá. Bom dia, boa tarde e boa noite. A vida é boa e sempre vai dar certo! Curtiu esta publicação? Então entre em nosso grupo no Telegram, vamos bater um papo sobre linux!

Peek, captura de vídeos em GIF

Todo o mundo

O peek permite que você faça capturas do seu ambiente de trabalho e salve como GIF. Também é possível salvar como APNG, WebM ou MP4. O software é bem simples de se utilizar, basta abrir pelo menu iniciar, redimensionar a janela de captura e clicar em Gravar como Gif. O arquivo fica disponível no seu diretório de usuário.

A imagem desta publicação foi realizada com ele.
Prof. Juliano Ramos
Olá. Bom dia, boa tarde e boa noite. A vida é boa e sempre vai dar certo! Curtiu esta publicação? Então entre em nosso grupo no Telegram, vamos bater um papo sobre linux!

Powershell no linux

Todo o mundo

Pré-requisito:

Um computador com Ubuntu 20.04 ou suas variantes (xfce,kubuntu,ubuntu dde).

Sumário:

O azure, sistema operacional da microsoft com foco na internet das coisas, já é uma realidade. Para um diferencial em seu currículo e enriquecer seu conhecimento é interessante, conhecer pelo menos o básico da linha de comando do powershell.

Instalação:

O powershell está disponível na loja de aplicativos do Ubuntu 20.04. 

Comandos básicos:

get-date  (Exibe a data)


get-uptime (Exibe o tempo de uso do host)  


get-location (Exibe seu diretório atual)


new-item arquivo.txt (Cria um arquivo vazio, semelhante ao comando touch)


set-content arquivo.txt -value “Texto para o arquivo” (Adiciona texto a um arquivo. Semelhante ao redirecionador do linux)

get-content (Visualiza o conteúdo)

remove-item texto.txt (Remove o arquivo texto.txt)

mkdir diretorio (Cria um diretório)

dir (Semelhante ao ls)

get-process (Gestor de processos, semelhante ao top)

get-process apache2 (olha o processo atual do serviço apache2)

get-command (Mostra uma lista de diferentes tipos de comandos)

get-help Describe (Semelhante ao comando man do linux)

get-alias (Lista os apelidos de comandos)

history (Semelhante ao history do linux)

Referência:

Prof. Juliano Ramos
Olá. Bom dia, boa tarde e boa noite. A vida é boa e sempre vai dar certo! Curtiu esta publicação? Então entre em nosso grupo no Telegram, vamos bater um papo sobre linux!

Game Alien Rampage para Linux

O game Alien Rampage disponível na loja do Ubuntu 20.04 roda sobre o emulador DOSbox. Ele é um shareware, ou seja, ele é gratuito mas não é opensource. O Jogo diverte e tem aquela dificuldade de games plataformas que só quem tem 30 anos ou mais vai se lembrar. 

Vale a pena instalar,  só 3MB de download. É do tipo, simples e divertido.

Prof. Juliano Ramos
Olá. Bom dia, boa tarde e boa noite. A vida é boa e sempre vai dar certo! Curtiu esta publicação? Então entre em nosso grupo no Telegram, vamos bater um papo sobre linux!

Crie webapps para seu linux

Pré-requisito:

Computador com Deepin ou Ubuntu ou derivados (xubuntu,kubuntu,ubuntu DDE) instalado. 

Nível de conhecimento:

Básico, poucos comandos de terminal. 

Definição:

Usar Webapps pode facilitar seu dia-a-dia, evitando que você se perca em um mundo de abas no navegador. Além disto, você pode abrir diretamente sua aplicação web, sem precisar abrir o navegador. Em testes que realizei o desempenho da web aplicação ficou melhor, consumindo menos memória RAM, do que utilizando as aplicações pelo browser, ou usando softwares nativos.

Exemplo de uma web aplicação:

Microsoft Office online no linux

Neste exemplo, estou usando o Microsoft Office online e o Feedly, leitor de RSS online.

Como criar seu webapp:

Usaremos uma aplicação chamada nativefier disponível para Windows, Linux e Mac Os e com código aberto e disponível no Github. O processo de instalação da aplicação é simples e consiste em instalarmos o npm (node packager manager) e depois a aplicação. 

Abra seu terminal de comandos e execute:


# sudo apt install npm
# sudo npm install nativefier -g

Agora que o software foi instalado. Você apenas precisa digitar a url, seguindo o exemplo abaixo:

# nativefier "https://www.certificacoes.net.br"

Exemplo:

Instalando nativefier


No caso do Deepin/ubuntu abra o diretório onde o pacote com as informações do site foi baixado (onde você executou o comando), provavelmente: /home/seu-usuario/Nome-do-site-baixado clique duas vezes na aplicação e escolha iniciar. Como na imagem abaixo:

Pronto! Você já vai ter seu Web App funcionando. Em uma postagem futura vou falar um pouquinho em como podemos editar os ícones e o menu do Deepin/ubuntu para lançar estas aplicações.

Desempenho:

Abrir o nosso site em um Webapp ocupou 114MB de RAM. Este mesmo site no chrome ocupou 400MB (por que tive que abrir o navegador). Em muitos casos você abrirá somente a aplicação e não precisará do browser.

Referência:

Prof. Juliano Ramos
Olá. Bom dia, boa tarde e boa noite. A vida é boa e sempre vai dar certo! Curtiu esta publicação? Então entre em nosso grupo no Telegram, vamos bater um papo sobre linux!

Instalar Kernel novo no Ubuntu 20.04

Imagem do Tux e o Kernel

Aprenda a instalar uma nova versão do Kernel em seu Ubuntu linux 20.04 ou em uma das suas variantes, como Xubuntu, Kubuntu, Ubuntu DDE entre outros.

Pré-requisito:

Ubuntu 20.04 instalado. Ou qualquer derivado: Ubuntu DDE, Xubuntu, Kubuntu entre outros, como por exemplo o Linux Lite. Realizaremos a instalação do Kernel 5.6.14. Mas você pode procurar no site uma versão mais recente.

Definição:

Manter a última versão estável do kernel em funcionamento no seu computador, irá garantir, correções de segurança e as últimas versões dos drivers de dispositivos. Um kernel mais recente, pode trazer mais desempenho ao seu sistema.

Como realizar a ação:

O primeiro passo é fazer download do kernel já testado e otimizado para o Ubuntu (desenvolvido pelos engenheiros da canonical). Após o download, vamos instalar os pacotes (.deb) com o comando dpkg.

Fazendo o download:

Abra o seu terminal de comandos e crie um diretório para armazenar os downloads. Siga nosso passo a passo:

mkdir kernel

cd kernel

wget -c https://kernel.ubuntu.com/~kernel-ppa/mainline/v5.6.14/linux-headers-5.6.14-050614_5.6.14-050614.202005200733_all.deb

wget -c https://kernel.ubuntu.com/~kernel-ppa/mainline/v5.6.14/linux-headers-5.6.14-050614-generic_5.6.14-050614.202005200733_amd64.deb
wget -c https://kernel.ubuntu.com/~kernel-ppa/mainline/v5.6.14/linux-image-unsigned-5.6.14-050614-generic_5.6.14-050614.202005200733_amd64.deb

wget -c https://kernel.ubuntu.com/~kernel-ppa/mainline/v5.6.14/linux-modules-5.6.14-050614-generic_5.6.14-050614.202005200733_amd64.deb

Após o download, instale todo os pacotes com o comando:

# sudo dpkg -i *.deb

Após a etapa concluir. Reinicie o seu computador e desfrute o novo kernel. Você pode verificar com o comando:

# uname -r

Conclusão:

Manter uma versão do Kernel recente é garantir um sistema mais seguro e com módulos mais recentes e atualizados.

Site oficial do Kernel Ubuntu:
https://kernel.ubuntu.com/~kernel-ppa/mainline/

Prof. Juliano Ramos
Olá, bom dia, boa tarde e boa noite. A vida é boa e sempre vai dar certo! Curtiu esta publicação? Então entre em nosso grupo no Telegram, vamos bater um papo sobre linux!

Conexões ssh ativas no servidor linux

Conexão usando ssh

Aprenda neste tutorial básico sobre linux, como descobrir quais conexões estão ativas em seu servidor. Assim você garante uma maior segurança para sua rede, estando bem atento em tudo o que está acontecendo.

Pré-requisito

  • Um servidor executando o linux
  • Acesso ao root no servidor
  • Encontre a conexão SSH ativa

Abra seu terminal e execute o comando who para encontrar as conexões ativas em seu servidor:
# who
root pts/0 2020-05-01 02:50 (27.61.161.61)

Conexão SSH ativa com o comando w

w é outro comando que exibe as informações sobre o usuário atualmente conectado ao servidor. Exemplo:
# w
 02:40:07 up 1 day, 18:35, 2 users, load average: 0.02, 0.02, 0.00
USER TTY FROM LOGIN@ IDLE JCPU PCPU WHAT
root pts/0 27.61.161.61 02:37 1.00s 0.04s 0.01s ssh root@45.58.38.21
root pts/1 45.58.38.21 02:39 1.00s 0.02s 0.00s w

Conexão SSH ativa com ps

Outra opção é usar o comando ps para buscar as conexões ativas. Exemplo:
# ps auxwww | grep sshd: | grep -v grep

Conexão SSH ativa com o netstat

O netstat é uma ferramenta de linha de comando que pode ser usada para mostrar conexões SSH ativas ou estabelecidas dos hosts remotos ao servidor. Exemplo:# netstat -tnpa | grep P “ESTABLISHED.*sshd”

Conclusão

Neste guia, você aprendeu a pesquisar pelas conexões ativas, com diversos métodos diferentes. Agora poderá saber quem está conectado ao seu servidor, provendo assim mais segurança ao mesmo.

Prof. Juliano Ramos
Prof. Juliano Ramos é consultor e especialista em servidores Linux e Certificação LPI.

Faça parte de nosso grupo no Telegram: